Persuasão e a forma certa de convencer as pessoas

Hoje iremos falar sobre a persuasão e como aprender a convencer as pessoas, com muitas técnicas que são altamente eficazes. A Persuasão é a capacidade de convencer uma pessoa para tomar uma decisão, agindo de acordo com o que se deseja ao seguir as suas instruções ou para que alguém mude de opinião.

No quesito vendas, o uso do poder da Persuasão é para se conseguir convencer uma pessoa de que o produto oferecido é o que ela precisa. Ele é o melhor já encontrado no mercado e isso poderá ser usado como forma de convencimento para uma pessoa comprar o seu produto. O seu poder de Persuasão pode ser desenvolvido e você saberá hoje a partir desse post.

Características da Persuasão

Persuasão

A Persuasão não é o mesmo que manipulação, enquanto que essa última se faz uso de mentiras, de formas de coação, para alguém comprar algo que não precisa ou que não queira. A Persuasão irá deixar o cliente livre para tomar uma decisão e a melhor delas, com você se utilizando de argumentos que são verídicos para esse convencimento.

Se for percebido que foi manipulado para comprar de você, se pode perder esse cliente ou correr um risco de que a sua reputação fique com uma lacuna. A finalidade da manipulação é a de tirar uma vantagem do cliente e a da Persuasão é para deixar o cliente livre, para que ele decida o que seja o melhor para comprar.

Nas tomadas de decisões, a mente trabalha com as decisões rápidas e lentas. Na lenta, não é favorecido ao empreendedor na hora de vender, por não dispor de um tempo que seja muito pouco, para tentar convencer o cliente para uma compra. É hora de entrar a Persuasão.

Na Persuasão um empreendedor ou vendedor, que dispor dessas técnicas para convencimento, terá um potencial cliente, para que seja tomada uma decisão para uma compra, com a tomada de decisão do cliente sendo em tempo curto, o que é muito bom para um vendedor. A Persuasão é utilizada juntamente com as técnicas de copywriting e com o uso de gatilhos que são mentais.

Como são as pessoas persuasivas

Uma pessoa persuasiva é detentora de algumas características. Fique sabendo que a Persuasão pode ser desenvolvida em qualquer pessoa.  A ética em uma pessoa persuasiva é com respeito pelas outras pessoas, que sabe do seu poder de convencimento e não usa de forma irresponsável ou sem respeito, para tirar proveito disso.

Uma pessoa que é persuasiva possui visão para trabalhar em longo prazo, com resultados para o futuro, sem desperdiçar tempo ou dinheiro, tentando conseguir rápidos resultados. Ela também tem muita disposição para aprender a ter argumentos que sejam fortes e que possam convencer, além de ser segura de si, transmitindo confiança para um potencial cliente.

Todo o comportamento humano está ligado as Leis da Persuasão e podem ser desenvolvidas para que sejam alavancadas as vendas e também ter muito sucesso, com reciprocidade que é uma retribuição, numa atitude que outra pessoa tem contigo. A Lei da Persuasão é natural, mas inerente ao ser humano.

Utilizando a Lei da Reciprocidade e as técnicas de Persuasão

Pelo ser humano é muito natural o gostar em receber presentes, brindes ou qualquer outra coisa que não precise desembolsar dinheiro. O poder de Persuasão pode ser através da reciprocidade. No caso do oferecimento de algo que seja valioso, de graça, muitas pessoas podem ouvir o que se tem a dizer, deixando telefones ou e-mail, ficando mais convencidas para comprar de você.

Numa decisão de compra o que mais se influencia é a prova social, por ser muito natural do ser humano seguir a tendências e desejar fazer parte de um grupo. Portanto a Prova Social é denominada uma Lei da Persuasão que funciona muito bem, quando um cliente estiver indeciso numa compra, escolhendo o que as outras pessoas escolheram.

Muitas marcas enviam presentes ou pagam para famosos ou influenciadores digitais expor os seus produtos na mídia. Para as marcas, a prova social é excelente e para um empreendedor digital não será diferente. Se diversas pessoas comprarem o seu produto, a tendência será que se venda mais, num produto de qualidade e com utilidade para as pessoas.

Para usar essa prova social, ela pode ser exibida em janelas de avisos em seu site, com informações de que mais alguém comprou o seu produto. Ela também irá funcionar para as curtidas e os comentários do seu conteúdo, no Facebook ou num canal do Youtube. Outra forma de prova social é o compartilhamento de fotos, usando um produto e pedir que compartilhem também.

A afinidade também faz parte de uma característica que é inerente, muito natural do ser humano e que pode ser utilizada como uma técnica de Persuasão. A afinidade pode ser maior com pessoas que são parecidas, que se identificam com as qualidades ou defeitos. Portanto, qualquer característica que seja comum entre duas pessoas irá colaborar para uma Persuasão.

A construção dessa afinidade, que se dá com o seu público-alvo será por intermédio de estratégias que podem ser a empatia, atenção e o compartilhamento de experiências em comum, com o uso dessas características para conquistar o seu público-alvo e aumentando todas as possibilidades para vender o seu produto.

A utilização de algumas Leis

Persuasão

A Lei da Afinidade pode ser usada ao seu favor, para criar uma afinidade com o seu público-alvo, com o uso de storytelling, que é uma técnica muita boa para contar histórias, que poderão ter com um futuro cliente. Porém, para que isso aconteça será necessário que se conheça muito bem o seu futuro cliente, para criar uma conexão que seja verdadeira, estudando os seus hábitos ou interesses.

A Lei do Comprometimento e da Coerência é muito usada para que as pessoas possam ser induzidas para comprarem um produto ou serviço. Ter um comprometimento ou coerência é se propor a fazer o que disse, pois, o cliente espera que o seu produto possa cumprir o que foi prometido e o vendedor espera que o cliente que reservou o seu produto possa comprar.

Essa Lei do Comprometimento e da Coerência é utilizada ao se dar um prazo de 30 dias para o cliente devolver o produto, no caso dele não atingir os resultados esperados e com o cliente se comprometendo ao usar esse produto da forma correta como foi recomendada, devolvendo da melhor forma possível. Dessa forma, haverá uma troca de comprometimento e de coerência, que dá bons resultados.

Outra Lei é a da Autoridade, que é usada para reforçar a sua marca, o nome ou os anos de sua experiência como um profissional. Ela pode ser usada para que o cliente possa decidir mais rápido por uma compra. Ela também pode ser demostrada com outros clientes que ficaram satisfeitos, deixando um depoimento ou indicando o seu produto.

A escassez é um anúncio de que o seu produto está no fim ou que será lançado poucas unidades dele, com esse produto devido a isso, passando a ser mais valorizado. Ela e muito usada quando um produto é raro ou que é muito procurado. Essa Lei pode ser usada avisando de que o produto estará disponibilizado até uma data determinada.

A Lei da Escassez pode ser usada a partir dessas frases que são: vagas limitadas, por tempo limitado, até que durem os estoques, é uma oportunidade considerada como única, somente para os 100 primeiros e outras mais, que a sua criatividade mandar. Como um empreendedor é bom o uso dessas Leis, que são destinadas para convencer as pessoas.

Os conteúdos persuasivos

Para que sejam criados conteúdos que sejam persuasivos, use as palavras certas, despertando gatilhos mentais, como novo, único e etc. Escreva listas nos títulos, desperte a curiosidade, o medo, a felicidade e outros sentimentos emocionais. Repita as ideias que queira persuadir, com frases que são diretas, inspiradoras e com incentivo para o leitor agir.

Fale um pouco sobre você, o seu negócio e para que seja criada autoridade em seu nicho de mercado, criando afinidade com o seu público, com um storytelling. Faça chamadas para uma ação por CTA. Está ficando cada vez mais comum que determinada empresa e comércio use da Persuasão em seus anúncios. Isso se dá pela Persuasão possuir leis que são bem eficazes e sem custo algum.

Para se destacar no mercado é preciso saber equilibrar as suas estratégias de Persuasão, com muitas informações que são coletadas a respeito dos seus potenciais clientes, observando o seu público-alvo, descobrindo o que ele deseja, toda a sua história, o que ele faz da vida, quais os seus anseios e tudo o mais.

Agora que explanamos sobre o que é Persuasão e como deve ser o uso das suas leis para convencer um cliente, chegou a hora de colocar tudo o que foi dito aqui em prática, para começar a aumentar as suas vendas. Seja sempre muito honesto com o seu cliente. Esperamos que você tenha muito sucesso em seu negócio e que siga a todas as nossas orientações para um convencimento das pessoas.

Leave a Reply