Marketing de Afiliados – O que é??? Dicas

O marketing de afiliados é um jeito simples de oferecer produtos e serviços, sem ter que fazer todo o processo sozinho.

O que é marketing de afiliados?

O marketing de afiliados é uma forma de vender e ganhar uma comissão por isso. realizada. O sistema funciona da seguinte maneira: uma pessoa oferece para outra um produto ou serviço para recebe uma comissão por cada venda que é realizada.

Quando uma pessoa participa de um programa de afiliados, recebe um link especial só para ela. Ele pode ser divulgado em blogs, canais do YouTube, redes sociais, e-mail marketing, etc. A partir dele, será paga uma comissão por cada venda que fizer ao usá-lo.

Existem ainda outras formas, como colocar um anúncio em um blog, onde o anunciante paga um valor por cada visitante que clica no anúncio, mesmo não comprando. O anunciante estará pagando um espaço no blog por meio das visitas diárias. O lado negativo é que o valor por cada clique são só alguns centavos. Nesse caso, é necessário que o blog tenha um tráfego bem alto, para ter um valor considerável. Já, como afiliado, apesar de ganhar só ocorre uma compra, as comissões são bem maiores.

marketing de afiliados

Motivos para participar do marketing de afiliados

Com o marketing de afiliados, é possível conseguir dinheiro por meio de um blog de forma mais rápida do que fazer um produto começando do zero.

Ajuda a perceber qual o tipo de produto mais interessa para aqueles com que interage. Dessa forma, é fácil ver qual é produto ideal, diminuindo os riscos e aumentando as chances de ser sucedido.

Quando é escolhido o produto certos para se afiliar, as pessoas vão sentir uma maior confiança, podendo até facilitar a compra de um produto próprio.

Ele é fácil de ser usado, bastando divulgar o link para os visitantes, e o cliente não vai precisar de ajuda para realizar a compra.

Não há a necessidade de se preocupar com suporte, porque os processos de pagamento, atendimento ao cliente, etc., são realizados por quem faz o produto.

Só é preciso saber o que o que for relevante para os assuntos do nicho escolhido, para encontrar os melhores produtos para os usuários.

Apresenta baixo risco e esforço, não exige grande investimento de tempo ou dinheiro na hora de começar.

marketing de afiliados

Aspectos negativos do marketing de afiliados

O fato dele ser rápido e prático na hora de usar não quer dizer que tudo é instantâneo e gratuito. É preciso escolher com cuidado o produto que deseja se afiliar, necessitando investir em tempo e um pouco de dinheiro, para aprender sobre ele para oferecer aos possíveis clientes.

É preciso testar para descobrir o que funciona ou não. Por isso, não há sucesso da noite para o dia. Os benefícios vão surgir de muito trabalho e dedicação, além do investimento em dinheiro.

Não adianta começar com um negócio e depois deixá-lo de lado. O marketing de afiliados não é para quem procura por um negócio fácil para ganhar dinheiro, porque o faturamento não vem de atitudes passivas.

Mesmo que a pessoa não seja um produtor e algumas tarefas da página de um blog seja automatizada, o trabalho deve sempre continuar para o crescimento do negócio e no engajamento com os clientes.

Para garantir o engajamento do público é preciso produzir conteúdo de qualidade e de forma constante para manter um relacionamento com o cliente. Sem confiança e engajamento com os clientes, fica mais difícil obter sucesso com o marketing de afiliado. Por isso, o recomendado é construir uma lista de e-mail para não perder o espaço que conquistou.

Mesmo que um produto aparente ser muito bom, antes de escolhê-lo, é necessário avaliar se ele vai ser útil para o público definido. Mesmo um produtor já reconhecido no mercado, precisa decidir se o produto tem qualidade suficiente para a venda e se está de acordo com o nicho.

Tipos de afiliados

Há duas formas principais de trabalhar como afiliado: afiliado autoridade e afiliado investidor.

Afiliado autoridade

O afiliado autoridade é aquele que aparece no mercado, que procura conseguir uma audiência para recomendar produtos. Para isso, pode ser criado um blog, participar ativamente das redes sociais, desenvolver vídeos para o YouTube e montar uma lista com e-mails. Ele estabelece uma relação com a audiência para conseguir as vendas.

Para ser um afiliado autoridade é preciso escolher o nicho de mercado em que deseja atuar. Depois, é começar a compartilhar conteúdos que tenham ligação com o produto e se concentrar em esclarecer as dúvidas de quem tem interesse.

É importante estar sempre à disposição do público. Para isso, é indicado participar ativamente das redes sociais, criar listas de e-mail, possuir um blog de bom conteúdo, etc. Deve haver consistência e paciência durante todo o processo, porque os resultados demoram mais para aparecer.

Afiliado investidor

O afiliado investidor é o que não aparece no mercado, apenas comprando e vendendo anúncios. Ele escolhe produtos e começa a investir naqueles que possuem o foco em mandar clientes para página do produtor, fazer vendas e conseguir comissões. Em boa parte das vezes, os compradores não sabem que há um afiliado no meio do processo de venda do produto.

Este tipo de afiliado pode anunciar produtos de qualquer nicho mesmo sem ter autoridade no mercado, sendo o foco principal a geração de tráfego. Para ter sucesso como um afiliado investidor é preciso estudar e se concentrar nos meios de gerar tráfego para às páginas de venda de produtos que são divulgados.

Para se tornar um afilado investidor é só escolher o produto de uma das plataformas que vendem produtos digitais. O melhor é procurar por aqueles que não estejam muito em alta e nem muito em baixa. O ideal são os que estão entre os mais vendidos e menos vendidos. Também, que a escolha seja feita por afinidade.

Os principais meios de tráfego para afiliados são: Facebook Ads, Instagram Ads, YouTube Ads, Google Adwords, Bing Ads, Native Ads.

Confiança e sucesso

O marketing de afiliados pode gerar valor para o afiliado e para a audiência, desde de que haja um relacionamento de confiança. O afiliado deve investir tempo e esforço para manter o seu público.

Mas para isso, é importante fazer a afiliação com produtos que o vendedor usaria. Assim, que um produto for escolhido para se afiliar, é recomendado comprar e testar a sua qualidade, antes de recomendá-lo.

A reputação como afiliado sempre vai estar em jogo, por isso é muito importante não correr riscos, oferecendo um produto que não conhece ou não usaria.

Marketing e o YouTube

O YouTube é uma boa ferramenta no negócio de afiliados para gerar leads e melhorar as chances de conversão. Deve ser oferecido algo que possa converter os visitantes, despertando interesse do seu público-alvo, com um material exclusivo e de qualidade.

A plataforma de vídeos do YouTube é muito popular, com as pessoas fazendo buscas por termos como com o Google e o Facebook. Usar um canal exclusivo para promover o negócio é uma ótima forma para publicar um vídeo em uma página, com chances de conversão e aumentar as vendas.

As pessoas costumam ter maior confiança na qualidade do produto devido a sua linguagem mais imediata e direta com o visitante. Quando o afiliado for gravar um dos vídeos, precisa ter em mente a qualidade do que é promovido. Para ajudar é bom fazer um planejamento, criando um roteiro, realizando edições, e sempre tomando cuidado para que não fique longo demais.

Como começar

Primeiro, é preciso definir o objetivo do vídeo para passar uma mensagem coerente para quem está assistindo. Para que os visitantes do canal queiram entrar na lista, fazer download dos bônus e comprar o produto, é precisa demonstrar que o material que é gratuito que oferece possui muita qualidade.

Dicas para usar os vídeos

Gravar um vídeo relacionado com o produto e colocá-lo no blog e no Facebook.

Gravar um vídeo para chamar as pessoas a visitarem o blog.

Fazer diferentes tipos de posts para obter um maior alcance com o Google e com o YouTube, de um jeito mais orgânico, em um blog e outro para ser usado no Facebook.

Fazer um vídeo para a Landing Page e colocá-lo apenas no campo do e-mail.

Funil de vendas

marketing de afiliados

O funil de vendas é o processo pelo qual o cliente passa até a realização da compra. Nele, o cliente é acompanhado, desde a hora em que ele conhece o produto que é promovido até o momento em que a venda é fechada.

Etapas do funil de vendas

Topo – o visitante não estava procurando pelo produto, mas após o primeiro contato, deseja saber mais ele. Ele descobre que falta e que precisa de uma solução.

Meio – o visitante reconhece o problema e pensa mais sobre a solução oferecida. São oferecidas dicas que vão ajudá-lo a resolver isso, por meio de conteúdo útil com mais informações.

Fundo – o visitante decide comprar depois que recebeu todas as informações necessárias e o vendedor estabelecer o contato com ele.

 

Leave a Reply