Funil de vendas [APRENDE RÁPIDO COMO FUNCIONA]

O funil de vendas muito importante para o sucesso de um negócio.

O que é funil de vendas?

funil de vendas

O funil de vendas é um processo de acompanhamento ou de condução do lead, a partir do momento em que é descoberto um problema que deve ser resolvido, e de produto ou serviço que possa ajudar a resolver o problema, até a hora da compra. Ele é o trajeto que o consumidor percorre até a finalização da compra do produto ou serviço.

O funil de vendas não irá de fato duplicar as vendas logo nos primeiros dias e não irá construir um bom funil de vendas nos primeiros dias. Ele é um modelo de gerenciamento para quem quer obter sucesso a longo prazo e controlar de alguma maneira o processo de vendas.

Essa é forma de poder identificar em que etapa um cliente se encontra e como oferecer algo melhor para ele. O funil de vendas também serve para coletar informações e descobrir se uma determinada estratégia está funcionando e qual não está para poder corrigir a situação.

O mais importante no funil de vendas é fazer com que elas se tornem um pouco mais automática, facilitando processos para o empreendedor digital e tornar partes do processo mais visível.

Como funciona

funil de vendas

A ação de compra é separada por etapas até a sua conclusão. Ela indica exatamente onde o cliente está, para avaliar quais atitudes devem ser tomadas e qual a melhor forma de conduzi-lo até a finalização da compra.

Etapas

O funil de vendas possui três etapas: o Topo, o Meio e o Fundo.

Topo

O topo é a primeira etapa em que o cliente ainda não tem consciência do problema ou necessidade que possui e não em busca de um produto ou serviço.

Origem do visitante é desconhecida, com o empreendedor precisando mostrar que é um especialista em seu nicho, para que os visitantes ter uma referência. Deve ser disponibilizado um conteúdo de valor para os visitantes, ensinando-os sobre o produto ou serviço que está sendo promovido e iniciar a conversão de visitantes para leads.

Após absorver o conteúdo relevante, os visitantes se convertem em leads e vão seguindo em frente pelo funil de vendas.

Meio

Esta é a segunda etapa, onde o visitante já consumiu muito conteúdo, descobriu que possui um problema ou necessidade e está em busca de uma solução. É o momento de dar, por meio do conteúdo, dicas, estratégias e técnicas que ajudarão a resolver o problema.

Agora, os visitantes já se tornaram leads, disponibilizando informações pessoais para conseguir uma isca digital ou por meio do preenchimento de um formulário, por exemplo, e já estão fazendo interações com o conteúdo.

O futuro consumidor, ainda não descobriu como resolver o seu problema e inicia a sua procura pelo produto ou serviço que o ajude.

É o momento para apresentar informações sobre o produto ou serviço que é promovido, com conteúdo cheios de informações sobre o problema ou necessidade do futuro cliente.

Porém é preciso ter cuidado para que o lead saiba que tudo é para ajudar a solucionar o problema e não apenas para vender alguma coisa.

Nesta segunda etapa deve ser construído um relacionamento entre o lead e quem irá oferecer o produto ou serviço, estabelecendo um laço de confiança dele e fazer o encaminhando para a terceira etapa do funil.

Fundo

É a terceira e última etapa onde, depois de educado sobre o produto ou serviço, o lead está pronto para receber uma oferta. No fundo do funil o lead já sabe que precisa comprar o produto ou serviço que vá solucionar o seu problema.

O empreendedor já é visto como referência no seu nicho, devendo mostrar que possui a melhor solução, entre todos os concorrentes para que o lead se torne um cliente.

Como fazer um funil de vendas

funil de vendas

Fontes de tráfego

Tudo começa com o tráfego qualificado para o negócio. Porém, antes de se preocupar com a forma de gerar tráfego para o negócio, é necessário avaliar algumas coisas.

A internet é cheia de fontes de tráfego gratuitas e pagas, sendo preciso defini-las, mas sem basear o negócio só com isso e nem usar todas para se perder. O importante é encontrar as fontes de tráfego ideais para o modelo de negócio para ser mais assertivo.

Não dá para avançar só querendo fazer algo, sem ter a consciência o que é, não tem como procurar por algo sem saber pelo menos onde está. Na internet há conteúdo sobre todo tipo de coisa, por isso, antes de iniciar um negócio online, é preciso ir em busca de conhecimento sobre tudo o que se pretende fazer.

Cada empreendedor digital possui um certo tempo e uma determinada quantidade de recursos, sendo que cada um faz sua própria organização de maneira diferente que beneficie o seu negócio.

Bônus

É necessário que haja algum tipo de bônus para quem estabelecer contato com a página, com qualquer tipo de conteúdo. Um desse bônus pode ser um e-book

sobre o empreendedor ou sobre aquilo que faz, ou até sobre as melhores técnicas ou estratégias. Não é preciso um tema específico, porém ele deve agregar valor para quem o possuir para que a pessoa volte para obter mais.

Quem trabalha com cursos pode oferecer uma aula gratuita e completa para aqueles que forem a página. O ideal é que a aula seja uma grande introdução de todo conteúdo que está ligado ao produto ou serviço.

O bônus que será oferecido deve agregar valor, de uma forma criativa para que os possíveis clientes entrem na lista de informações de contato. Haverá muitas pessoas que visitarão a página e nem se lembrarão dela daqui a alguns dias. Por isso que ao deixarem o e-mail, ocorre uma grande conquista do empreendedor.

Primeira oferta

Colocando o seu e-mail, o visitante deve ser redirecionado para uma página de vendas. Infelizmente, nem sempre dá certo, pois é bem atípico quando alguém compra o produto logo no primeiro contato com ele. Porém, mesmo se isso não der certo, ainda haverá o e-mail para acompanhar o cliente pelo e-mail marketing ou remarketing.

Oferta principal

É a hora da segunda oferta, que pode fazer para todos, mesmos os que tenham comprado ou a oferta de preço baixo. Se o consumidor quiser comprar, é só direcioná-lo para uma página com uma oferta de preço médio, um produto que seja mais completo, mas sem um preço muito alto ainda.

UpSell

O UpSell ocorre quando uma pessoa realiza uma compra e o vendedor oferece uma coisa para uma compra em conjunto, ligado ao primeiro produto como um complemento. O provável é que poucos comprem o UpSell. Por isso, é importante desenvolver um que seja diferenciado para a chamar a atenção do cliente.

E-mail marketing

O uso da lista de e-mail é ótima forma de expandir e melhore melhor o negócio, porque pode ajudar de várias formas e ser utilizado em diferentes estratégias.

Para conseguir ter sucesso com o funil de vendas, é preciso possuir um sistema de e-mail marketing de qualidade. Ele auxilia na estruturação de um funil de vendas.

Por meio da lista de e-mail podem ser enviados links para produtos de afiliados, junto de um pequeno texto com as vantagens que quem comprar o produto terá.

A mensagem pode anunciar produtos em lançamento, com um texto que gere um certo suspense de novos produtos serem divulgados, ajudando muito na hora da venda.

Ao lançar um curso é indicado fazer três vídeos falando sobre isso, por meio de um certo suspense e para instigar mais as pessoas a comprarem o novo curso. A lista de e-mail, também, pode ajudar a ranquear os conteúdos, tanto no Youtube quanto em um blog.

Os buscadores preferem os conteúdos que possuem qualidade e, como os softwares se baseiam em números, o ranqueamento dos vídeos e dos artigos vão conforme a quantidade de acesso.

Relacionamento

É fundamental estabelecer um bom relacionamento para ter um negócio que proporcione lucro em longo prazo, porque é a audiência que proporciona todo o retorno que é necessário.

Deve ocorrer o um envio de e-mails de forma regular, mas sem ser apenas com anúncios, afinal, as pessoas não gostam de receber muitos anúncios de produtos. Eles precisam ser direcionados para as pessoas que os conteúdos possam ajudar de alguma forma.

É necessário lembrar de que nenhuma pessoa irá acompanhar uma pessoa só por ela ser um ótimo profissional ou por ser legal e, mesmo se seguirem por isso, dificilmente haverá muito retorno.

Novo começo

Todo o processo de funil de vendas deve ser repetido de uma forma contínua, para gerar tráfego. Esse é o foco, porque além de publicar muito conteúdo, é necessário se preocupar com o tráfego que é levado para o funil de vendas.

Em quanto mais lugares um empreendedor estiver presente mais tráfego vai se desenvolver para o funil. Mas, não adianta nada direcionar pessoas interessadas em um determinado nicho para um blog de outro. É bom criar diferentes anúncios para a publicação em todas suas redes sociais.

 

Leave a Reply