Dropshipping – O que é? Como funciona na prática?

Com a crise no mercado, aumenta o número de pessoas que buscam por meios alternativos de renda. E, atualmente, uma das formas mais lucrativas é começar a empreender montando um dropshipping.

O que é dropshipping?

Dropshipping

O dropshipping é um modelo de e-commerce, com foco exclusivo na venda, deixando que o estoque e a entrega sejam feitos por outra empresa. Um e-commerce tradicional precisa de um investimento em estoques, ao contrário do dropshipping. Empresas como a Amazon e o Mercado Livre são e-commerce de dropshipping.

Traduzindo, a palavra dropshipping significa “largar a remessa”, sendo basicamente, uma forma de revender produtos sem a necessidade de comprar mercadorias ou de montar um estoque. Essa forma de comércio começou a mais ou menos 10 anos na China, logo com o início do boom de vendas online. Ele foi criado como um meio de atender somente as lojas virtuais e o e-commerce chineses. Com o grande crescimento, esse modelo foi adotado em outros países.

Ter um dropshipping é ter o seu canal de vendas online, que permite a venda de uma variedade de produtos para vender em sua loja, mas sem dor de cabeça com estoque, infraestrutura ou entrega.

Esse modelo não precisa de um espaço físico para guardar as mercadorias, basta ter apenas um computador conectado à internet.

Como montar um dropshipping?

Esse e-commerce é bem atraente e pode ser bem lucrativo para quem quer ganhar dinheiro pela internet. Um dos motivos para a possibilidade de ganho é justamente pelo baixo custo de investimento, estimulado pela falta da necessidade de ter um estoque montado e reabastecido com frequência.

Formas de começar a montar o dropshipping:

Comece planejando

Para ter sucesso, é essencial fazer um bom planejamento para que tudo dê certo. Assim, para começar é preciso investir em tempo e cuidado para montar o seu dropshipping.

Apesar de ser uma forma mais simplificada de e-commerce, ainda, é necessário se dedicar e pensar em suas ações, nas metas e objetivos que deseja atingir por meio de seu trabalho na internet.

Nicho

Depois que resolver entrar nessa modalidade, comece a pesquisar bastante para que possa ter condições de tomar uma boa decisão em relação ao nicho que deseja atuar.

Na hora de decidir o que vender, opte por aquilo que goste e que mais tem a ver com você. Isso vai ajudar a manter mais o seu foco e ânimo para vender, mesmo em tempos mais difíceis. Também vai aumentar a compreensão e a saber distinguir, para que não faça escolhas erradas, devido ao desejo de ter lucros rápidos e fáceis. Procure não se desviar e analise os riscos de perdas e prejuízos ao decidir por um nicho aparentemente promissor, e a sua melhor capacidade de atuação.

Público-alvo

Depois de definir o que deseja vender, é a hora de descobrir para quem você deve vender. Quando o público-alvo ou persona estiver estabelecida ficará mais fácil descobrir qual é a melhor forma de comunicação para ser abordada, chamar a atenção dos clientes para os seus produtos.

Uma forma de facilitar a compreensão, pesquise sobre escolaridade, localização, hábitos, hobbies, profissão, sexo, idade, renda mensal e estilo de vida. A partir disso, identifique as dores e necessidades da persona, para oferecer o produto ideal para o seu perfil, com a forma de comunicação e abordagem mais adequada.

Fornecedores

Para começar a procurar por fornecedores, é fundamental que saiba que existem quatro tipos de fornecedores: fabricantes, importadores, distribuidores e produtores. Além disso, poderá buscar pelos seus fornecedores dentro e fora do meio online.

Para encontrar pela internet, basta fazer uso das ferramentas de buscas, como o Google. Mas, também, podem, ser achados nas principais plataformas de e-commerce, que são a Amazon, o Aliexpress e o Mercado Livre. Apesar da busca pela na internet ser mais trabalhosa, ela oferece a boa vantagem de poder encontrar os fornecedores internacionais, já que com ela é possível estabelecer contato com pessoas em qualquer lugar do mundo.

Para encontrá-los no país avalie o território e identifique onde ficam os principais polos para fabricação e venda do que pretende revender. Mas, você deve procurar a estar sempre ampliando as possibilidades e identificar os locais que oferecem as maiores chances de encontrar o perfil correto de fornecedores para os seus produtos.

Estrutura

Ao escolher o e-commerce de dropshipping, você deverá pensar se ele será MEI ou microempresa. Isso, porque terá que atuar como uma empresa, com a necessidade de definir a modalidade empresarial, antes que a sua loja esteja pronta.

Se quiser atuar como MEI, por exemplo, será preciso ter um faturamento anual de R$81.000,00. Por isso, é pensar se a faixa de lucros que pretende trabalhar será suficiente ou se quer ter uma rentabilidade maior. Verifique as possibilidades e faça a escolha que melhor vai atender os seus anseios profissionais.

Tendo um CNPJ em mãos, poderá cadastrar os fornecedores e alcançar os preços das mercadorias para que possam ser informados em sua loja.

Marketing Digital

Nos dias de hoje investir em marketing digital é essencial para a sua empresa, principalmente quando se trata de e-commerce. Nunca se esqueça que ter o seu

Dropshipping por si só, não fará com que os clientes cheguem até a sua loja. É preciso ter dedicação na hora de fazer as suas estratégias para que possa atuar de forma eficiente nos canais digitais.

O melhor lugar para começar é nas redes sociais, criando uma fanpage, um perfil no Instagram e fazer uso de listas vips do WhatsApp e outros meios que vão agregar vendas para seus produtos. Lembre-se que é sempre necessário apresentar bom conteúdo para seus possíveis clientes fiquem satisfeitos e engajados. É preciso que eles se identifiquem com o que você tem a oferecer.

Atendimento

Sempre é fundamental investir para fazer uma boa pesquisa por meio do marketing digital, para começar a vender bem. Antes que as vendas comecem, é necessário prestar atenção ao atendimento que também é muito importante.

Para fazer uma boa rede de atendimento, existem algumas ações que podem facilitar para você:

Estabeleça horários durante o dia para verificar as mensagens e comentários, além de fazer uma boa interação com os seus seguidores nas redes sociais;

Crie uma conta de e-mail profissional para você;

Crie um script para o atendimento pelo WhatsApp;

Tudo precisa ficar bem definido, para a agregar valor e credibilidade para sua marca;

Avalie se há a possibilidade de pôr em sua loja virtual um chat online. Mas, saiba que com um chat, você precisará estar disponível para responder os chamados.

Vantagens do dropshipping

dropshipping

O dropshipping é o e-commerce ideal para quem está começando. Ele é muito mais simples e barato, porém, as empresas que já estão bem estabelecidas dentro do mercado físico, também acabam sendo inseridas nessa modalidade, para criarem autoridade no mercado digital, possuindo uma maior variedade de produtos com baixos gastos com logística.

As outras vantagens dessa modalidade são:

Custo benefício

O dropshipping, oferece um baixo ou nenhum custo com infraestrutura e com estoque. Analisando o custo benefício, a quantidade de ganhos pode ser bem maior, se for criado um bom planejamento, com as estratégias e gestão adequadas para o negócio.

Sem preocupação com montagem de estoque

Essa é a grande vantagem do dropshipping para quem ainda está começando no mercado de vendas online e para as empresas que possuem grande porte, que possuem o desejo de aumentar a sua atuação, com um baixo valor para investir na expansão estabelecida.

Ao exercer só o papel de moderador entre fornecedores e clientes, você não precisa ter os produtos estocados, o que facilita e torna o processo mais barato.

Diversidade nos produtos

Como não precisa fazer um estoque, também não há a necessidade do lojista se preocupar com o controle com um processo de logística e estoque. Nesse tipo de e-commerce é possível conseguir uma maior possibilidade de ter uma variedade alta de produtos que poderão ser colocados no portfólio de sua loja.

Também, é possível estabelecer

parcerias com diferentes fornecedores, ajudando a diversificar e aumentar a quantidade de clientes. Além disso, o e-commerce não fica dependente da disponibilidade do produto no estoque.

Dessa forma, quando uma mercadoria possui mais saída, é normal que ele acabe com uma maior frequência, impedindo a sua recusa nas vendas até conseguir um bom retorno do fornecedor.

Trabalhar sem sair de casa

Ao escolher atuar no mercado dropshipping, você poderá fazer o seu trabalho em casa e sem um chefe para cobrar. É possível fazer o seu horário de trabalho, sem ter que justificar cada ação e sem ser cobrado o dia todo.

Dropshipping internacional e nacional

O dropshipping internacional é uma grande oportunidade de variar os produtos, conseguir preços menores, mantendo a qualidade do que é oferecido. Mas é preciso ter cuidado, porque as mercadorias poderão demorar muito mais para serem entregues, e há o risco de a mercadoria ser taxada na alfândega.

Já o dropshipping nacional é uma forma mais prática e mais barata, porque o seu produto estará no mesmo país e não precisará ser taxado com os impostos cobrados por importação.

Leave a Reply