Como criar um produto digital?

O que é um produto digital?

Um produto digital é aquele que é que que é comercializado e consumido online. Também, conhecidos como infoprodutos, os produtos digitais podem ser e-books, vídeos, músicas, apps e sites. A maior parte deles são educacionais, sendo que, atualmente, os mais procurados são os cursos online.

Para aquele que compra, o consumo do conteúdo digital também é muito vantajoso, pois o conhecimento fica ao seu alcance de uma forma bem prática. Ele é focado nas necessidades que o público-alvo possui, e que irá levá-lo a realizar a compra, com os passos necessários para o cliente atingir o seu objetivo.

Vantagens em criar um produto digital

Como criar um produto digital?

Um produto digital é bem simples para fazer, sendo que há plataformas prontas na internet que fazem praticamente todo o trabalho para o produtor: pagamento, armazenamento, entrega, etc.

Ele representa custo nenhum em estoque e, além disso, o processo é totalmente automático, bastando deixá-lo pronto e configurado.

Produto digital autônomo

Uma pessoa que possui especialidade em uma determinada área, pode fazer um produto por meio de seus conhecimentos. Mais antes, é necessário pensar no que o cliente quer para instruí-lo sobre qual é a forma mais fácil para que ele consiga o que deseja através do produto.

Qualquer pessoa pode criar algo, porque todo mundo sabe alguma coisa que outras pessoas vão pagar para saberem ou ter.

Colaboração de especialistas

É possível criar seu produto junto com a colaboração de especialistas sobre determinado assunto. Isso pode ser feito por meio da gravação de palestras, por exemplo. Você, ainda pode procurar por um expert e fazer todo o processo de marketing, vendas, administração, etc. Enquanto isso, ele cria o conteúdo, com ambos determinando a porcentagem para cada um.

Licenciamento de produtos digitais de outros países

Uma boa ideia é fazer o licenciamento de produtos digitais estrangeiros, principalmente. Para isso, é preciso pesquisar e encontrar um que esteja vendendo muito bem para fazer uma proposta ao dono, para que possa ter acesso ao mesmo conteúdo, criando uma forma traduzida e adequada para vender no nosso país. Mas, antes, deve ficar bem claro as formas de remuneração do conteúdo e a porcentagem de cada um.

Modificar produtos existentes

Se você já possui vídeos e palestras gravadas, procure pelos melhores conteúdos e encontre uma pessoa que já tenha experiência para escrever textos. Assim, você terá o seu livro digital no formato de e-book para vender.

Pagar pela criação de conteúdo

Você pode contratar um especialista para a produção do conteúdo. Mas, é preciso que possua algum conhecimento sobre o assunto, para pode determinar o quer que o seu produto tenha dentro dele.

Conhecimento na área

Procure por um assunto no qual já tenha algum conhecimento em relação ao assunto para que possa analisar todo o conteúdo produzido.

Produtor digital

O Produtor Digital é o que possui um conhecimento e o compartilha na internet por meio de infoprodutos, que ensinam sobre um certo assunto. Há milhões de ideias para a criação de produtos digitais que possam ser alcançados por todas as pessoas.

Qualquer um pode se tornar um produtor digital, desde que:

Tenha mais de 18 anos;

Possua uma ideia para um conteúdo que seja necessário para outras pessoas;

Crie uma boa estrutura para a ideia;

Se informe mais sobre a sua habilidade para que possa transmiti-la da melhor forma possível no ambiente digital;

Saiba que o melhor formato é aquele que dará ao conteúdo um jeito mais claro de abordagem;

Analise as oportunidades no mercado digital para encontrar aquilo que é necessário para outras pessoas;

Faça um teste com o produto antes de colocá-lo à venda;

Determine como divulgar o produto.

É importante que esteja sempre disposto a se atualizar sobre as novidades do mercado, e dessa forma, produzir algo realmente relevante para o público. Para ter sucesso é preciso ser persistente e possuir uma grande vontade em aprender.

Principais formatos de produtos digitais

Existem diversos tipos de produtos, sendo o ideal aquele que transmitirá o conteúdo da forma mais clara possível para o comprador.

Os formatos de produtos digitais são basicamente ebooks, cursos, manuais, serviços de assinatura, podcasts, sites de membros, apostilas para concurso, músicas, ringtones, relatórios, pesquisas de mercado, softwares e serviços online, aplicativos para celular, screencasts, videoaulas, palestras, filmes, Templates, códigos fonte, scripts, imagens, fotos, ícones, CD-keys, revistas digitalizadas, trabalhos e artigos.

É possível disponibilizar vários formatos para um único produto, conforme a melhor forma de abordagem para o público.

Produtos em alta

Os produtos digitais são cada vez mais necessários, sendo que os principais nichos de produtos digitais em alta são: negócios e carreira, saúde e esportes, educação, relacionamento e desenvolvimento pessoal.

Mercado de produtos digitais

O mercado de produtos digitais ainda é uma novidade para várias pessoas, e isso não é tão fácil vender digitais. Mesmo que o mercado esteja mais acessível e com maior probabilidade de sucesso, as coisas não são simples.

Os Produtores digitais e os afiliados de seus produtos não trabalham menos que outros profissionais. É preciso estudar para ficar sempre se atualizando, descobrir as melhores estratégias de vendas, se dedicar bastante à produção, otimizar e divulgar os produtos digitais. Também, não é que é preciso ter muito dinheiro para iniciar dentro do mercado, e não é tão difícil criar um.

Plano para vender

É importante criar um plano de negócios, pois é nele que deverá ficar registrado os objetivos a curto, médio e longo prazo, e determinando quais devem ser as atitudes tomadas para alcançar os resultados que deseja.

Nele ficarão as ideias de uma forma mais organizadas para se orientar ao longo do processo de criação do produto, e é muito útil na hora de obter recursos de possíveis investidores.

No plano de negócios, deve estar: análise do negócio, análise de mercado, análise de concorrentes, análise dos clientes, plano de marketing, plano de operações e plano de finanças.

Qual conteúdo criar

Antes de criar um produto digital, é preciso pensar em qual tipo de infoproduto quer desenvolver. Quando já se tem uma ideia de valor para um grupo de pessoas, é a hora de começar.

Habilidade

Quem já possui alguma habilidade ou talento deve pesquisar qual é a melhor forma de transformá-la em um negócio. Tudo que é relacionado com o assunto deve ser analisado para poder descobrir como o conhecimento será passado através do produto digital.

Sem ideia

Mesmo sem uma ideia concreta, é possível descobrir quais são as melhores oportunidades no mercado de produtos digitais. Nesse caso, o indicado é prestar atenção no meio em que se vive e avaliar as necessidades das pessoas mais próximas. Na hora da escolha é preciso levar em consideração hobbies e aquilo que mais gosta.

No começo, pode-se desenvolver um produto digital sem ser um especialista no assunto. Mas, aqueles que desejam ser uma referência em um certo nicho, devem conhecer todas as esferas do tema para passar credibilidade aos clientes.

Participar de eventos sobre empreendedorismo e mercado digital pode ser de grande ajuda, sendo uma oportunidade de fazer contato com pessoas experientes.

Nicho de mercado

Nicho de mercado

Depois de ter ideias sobre negócios e avaliar as habilidades, é a hora de saber mais do nicho de mercado em irá atuar. Para isso, é importante:

Realizar pesquisas por meio de ferramentas de palavra-chave para cuidar da demanda do nicho, como o Google Keyword Planner e o SemRush;

Entender as tendências do mercado por meio de ferramentas como o Google Trends.

Pesquisar sobre os concorrentes e ver o índice de vendas deles;

Que quem possui uma audiência, faça questionários e enquetes para descobrir as demandas;

Construir uma versão bem básica do produto digital para testá-la no mercado.

Proteção

A maioria das pessoas pensam que os produtos digitais são muito mais suscetíveis a plágios e compartilhamentos ilegais. Mas isso pode ser evitado ao tomar as medidas necessárias para se proteger.

Os ebooks podem ser registrados no site da Biblioteca Nacional para garantir que os direitos autorais serão respeitados. A nossa legislação cuida para que os direitos do autor sejam respeitados também na internet. Para aumentar segurança é válido usar uma plataforma que tenha um sistema de proteção para arquivos PDF e EPUB.

Onde vender

Para uma maior visibilidade, é recomendado que tenha uma página de vendas, para apresentará a solução, benefícios, formas de pagamento, garantia e informações necessárias para convencer o público a adquirir o produto.

Também, existem as plataformas para os produtos digitais que contam com toda infraestrutura necessária para fazer vendas online, acompanhando em tempo real de vendas, formas de pagamento, etc.

Divulgação

Há vários canais para fazer a divulgação deste tipo de produtos. O importante é escolher aquele em que o público-alvo pode ser encontrado. Nunca se esqueça de que a principal estratégia é dar conteúdo de valor, que possa ajudar a solucionar os problemas. É possível usar diferentes meios como blog, Youtube e redes sociais.

E-mail marketing

O e-mail é uma ferramenta poderosa para divulgação e existem muitas ferramentas de e-mail marketing para enviar e-mails personalizados e analisar o disparo de mensagens.

Leave a Reply