Como Criar, Otimizar e Testar Facebook Ads


Lucrando com Facebook Ads

Como um usuário de internet experiente, você deve achar que ninguém clica em Facebook ads.

Engano seu.

O Facebook está quase alcançando uma receita de $60 bilhões esse ano só em publicidade.

Alguém está clicando.

E como fazer com que cliquem nos seus anúncios do Facebook? Mais importante, como fazer com que comprem seu produto ou que se inscrevam na sua lista de email?

Muitos profissionais de marketing que já usaram o Facebook ads, principalmente no início, resolveram que anunciar no Facebook não funciona.

Não acredite neles.

Se você é totalmente novo no Facebook, comece com esse guia de Facebook Marketing. Depois volte a esse post para se aprofundar no tema anúncios.

Nesse guia avançado sobre Facebook ads, você vai aprender quais negócios se adaptam melhor à plataforma e como criar campanhas bem-sucedidas.

Vamos abordar os erros mais comuns que profissionais de marketing cometem e o principal fator para o sucesso dos seus anúncios.

Você pode saber mais e criar seu primeiro anúncio em Facebook.com/advertising.

Como Funciona o Facebook Ads?

Existem vários tipos de anúncios no Facebook hoje em dia. Você pode promover sua Página, posts da sua Página, ações dos usuários ou seu próprio site. Apesar do foco crescente do Facebook em anúncios nativos e em manter o tráfego dentro do site, você ainda pode conseguir levar os usuários para o seu site.

Existem também vários formatos de anúncios, incluindo imagens, vídeos, carrossel (várias imagens) Experiências Instantâneas e coleções.

Os anúncios do Facebook são direcionados a usuários com base na localização, dados demográficos e informações de perfil.

Muitas dessas opções só estão disponíveis no Facebook. Depois de criar seu anúncio, você vai determinar seu orçamento e lances para cada clique ou milhares de impressões que ele receber.

Exemplo de anúncios no Facebook

Os usuários vão ver seus anúncios na barra lateral do Facebook ou no feed de notícias deles. 

Esse guia vai te mostrar as melhores práticas para criar anúncios CPC que vão gerar tráfego para o seu site. 

As outras opções de anúncio do Facebook são ótimas para gerar engajamento e consciência de marca, mas os anúncios que tiram os usuários do site ainda são a melhor opção para anunciantes de resposta direta buscando fechar uma venda. 

Quem Deveria Anunciar no Facebook?

Muitos negócios têm problemas na hora de anunciar no Facebook simplesmente por não se encaixar. Você sempre deve testar novos canais de marketing, principalmente antes de a demanda aumentar os preços, mas pare antes para pensar se o seu modelo de negócio combina com o Facebook.

Antes, o Facebook ads funcionava mais como anúncios de display do que anúncios de busca – embora novas versões de anúncio, como anúncios de produtos, permitem que os anunciantes vendam produtos diretamente aos usuários. 

Veja alguns tipos de negócios que têm mais chances de se dar bem anunciando no Facebook.

Negócios com Conversões de Baixa Fricção

Os negócios que tiveram uma boa experiência com o Facebook pedem aos usuários para se inscreverem, não para comprarem. Você deve usar uma conversão de baixa fricção para ter sucesso.

Um visitante no seu site não estava procurando seu produto. Ele clicou no seu anúncio no impulso. Se você contar com ele imediatamente para comprar alguma coisa e tornar seu ROI de anúncio positivo, você vai se frustrar.

Os usuários do Facebook são volúveis, e provavelmente vão voltar para o Facebook se você pedir que eles se comprometam muito (fazendo uma compra, por exemplo) logo de cara. Em vez disso, fique com conversões simples como assinar seu serviço, preencher um formulário curto de lead ou dar um endereço de email. 

Mesmo que você venda produtos, não serviços, você deve pensar em focar em uma conversa intermediária, como a inscrição em uma newsletter. Depois você pode fazer o upselling através de email marketing Facebook ads de retargeting.

Sites de ofertas diárias como Groupon, AppSumo e Fab são bons exemplos de negócios que podem dar certo anunciando no Facebook. Depois que você clica em um anúncio deles, eles só pedem seu endereço de email. Eles só vão tentar te vender uma oferta depois.

Modelo de Negócios com um Ciclo de Vendas Longo ou Pequenas Compras 

Mesmo que inicialmente você só peça um endereço de email, em algum momento você vai precisar ganhar dinheiro a partir desses usuários para que os seus anúncios sejam lucrativos.

O modelo de negócio que melhor combina com o Facebook ads tem a sua receita gerada a partir de seus usuários ao longo do tempo, não de uma vez só. Um usuário pode até ter te dado o email dele, mas você vai precisar conquistar mais confiança antes de ele realmente comprar alguma coisa.

Você não deve depender de uma compra grande. Várias compras menores são o ideal. 

Sites de assinatura e ofertas diárias são ótimos exemplos de modelos de negócio que podem se beneficiar do Facebook. Ambos têm clientes cujo valor do tempo de vida se estende ao longo de seis meses ou mais.

Na Udemy, eles focam em conseguir que os usuários se cadastrem na primeira visita. Para conseguir ter lucro com anúncios em seis meses (não um dia), eles transformam usuários do Facebook em clientes de longo prazo.

Eles têm por objetivo um retorno de 20% no investimento deles em anúncios no primeiro dia e um retorno de 100% em seis meses. Esses números podem funcionar como um guia simplificado para o seu negócio. 

Como Segmentar no Facebook Ads

O principal erro que a maioria dos profissionais de marketing comete com Facebook ads é não segmentá-los corretamente.

As opções de segmentação do Facebook ad são sem igual. Você pode segmentar por dados demográficos e criar públicos personalizados ou semelhantes aos seus melhores clientes. Você também pode fazer anúncios de retargeting para segmentar usuários que já interagiram com a sua página ou visitaram seu site.

No Facebook, você pode segmentar os usuários diretamente por:

  • Localização
  • Idade
  • Gênero
  • Interesses
  • Conexões
  • Status de relacionamento
  • Idiomas
  • Formação
  • Local de trabalho

Todas as opções podem ser úteis, dependendo do seu público. A maioria dos profissionais de marketing focam em localização, idade, gênero e interesses. 

A Localização te permite segmentar usuários dentro do país, estado, cidade ou CEP onde você opera. 

Segmentações por idade e gênero devem se basear nos seus clientes já existentes. Se mulheres entre 25 e 44 anos são a maior parte, comece a segmentá-las. Se esse público se mostrar lucrativo, você pode expandir sua segmentação. 

Segmentação por interesses é a funcionalidade mais poderosa, mas subutilizada do Facebook ads. Quando você for criar um anúncio, você tem duas opções: categorias amplas ou interesses detalhados. 

Segmentação por Categoria Ampla

Categorias amplas incluem assuntos como Jardinagem, Filmes de Terror e Eletrônicos. Recentemente, o Facebook incluiu novas segmentações, como Noivo (1 ano), Futuros Pais, Longe de Casa e Aniversário Daqui a Uma Semana. 

Interesses amplos podem parecer uma forma eficiente de atingir um público grande. No entanto, esses usuários costumam custar mais e gastar menos. Você também vai precisar instalar o Facebook pixel.

Essa costumava ser uma maneira pouco eficiente de atingir um público; contudo, a inclusão do Facebook pixel e de anúncios dinâmicos as tornou muito mais eficazes. 

Vale a pena testar; mas a segmentação por interesses detalhados costuma ser muito mais eficiente.

Segmentação por Interesses Detalhados

A Segmentação por Interesses Detalhados te permite segmentar usuários com base em informações do perfil deles, incluindo “interesses e curtidas, Páginas curtidas, aplicativos usados e outros conteúdos do perfil (linha do tempo) fornecidos” (segundo o Facebook). Você vai conseguir o melhor ROI usando a Segmentação por Interesses Detalhados.

O Facebook tem uma gama extremamente ampla de interesses, que vai de Harry Potter a rugby aquático. O mais difícil é escolher os interesses certos.

Ao segmentar por interesses detalhados, o Facebook dá o tamanho do público e outros interesses e curtidas sugeridos. Você não tem nenhum dado competitivo. Depois de selecionar os interesses para um anúncio, o Facebook vai mostrar um lance agregado sugerido.

Muitos profissionais de marketing segmentam os maiores grupos possíveis.

Isso é um erro. Esses grupos são mais caros e menos segmentados.

Em vez de segmentar termos amplos para o seu nicho, como “yoga” ou “fotografia digital”, foque em interesses específicos. Pesquise quais revistas e blogs seus clientes leem, quem eles seguem no Twitter, e quais produtos relacionados eles compram.

Se você usar interesses focados como esses, você vai alcançar as pessoas mais interessadas no seu assunto e as mais dispostas a gastar dinheiro com ele.

Por exemplo, se você quer vender um novo curso de DJ, não saia segmentando o interesse “disc jockey.”

O melhor é criar anúncios segmentando publicações sobre o assunto, como a DJ Magazine e a Mixmag. Depois, crie outro anúncio segmentando marcas de DJ como Traktor and Vestax.

Junte interesses menores e relacionados a um grupo com um público entre 50.000 e 1 milhão. Essa estrutura vai criar anúncios com públicos grandes e com grande probabilidade de conversão.

Exemplo de estrutura de anúncios no Facebook

 

Dica Avançada: Use o Login do Facebook como uma opção de entrada no seu site. Quando os usuários conectarem via Facebook, você vai poder analisar os interesses deles. Indexe esses interesses em relação ao número de seguidores em suas respectivas Páginas do Facebook. O que você vai ter no final são seus interesses de alta afinidade.

Públicos Semelhantes do Facebook 

Além de segmentar os usuários diretamente, o Facebook possibilita segmentar para Públicos Semelhantes.

Mas o que são os Públicos Semelhantes do Facebook? São usuários do Facebook parecidos com seus usuários atuais. Você vai precisar do Facebook Pixel ou outros dados personalizados do seu público, como uma lista de emails. Em seguida, você pode pedir para o Facebook encontrar usuários semelhantes.

Eles são altamente personalizáveis — por exemplo, você pode criar um anúncio de “novo cliente” e depois excluir os atuais clientes de verem seus anúncios.

Essa página do Facebook vai te dar o passo a passo de como criar Públicos Semelhantes.

Retargeting com o Facebook Ads

Anúncios de retargeting te permitem atingir clientes que já conhecem a sua marca. Você pode ir ainda mais fundo criando anúncios dinâmicos que mostram às pessoas itens pelos quais elas têm mais chance de se interessar.

Por exemplo, você pode fazer o retargeting de usuários que visitaram seu site, deixaram itens no carrinho ou clicaram em um anúncio.

Para criar um anúncio de retargeting, o primeiro passo é instalar o Facebook Pixel. Siga esse guia na página do Facebook Business para começar.

Imagens para Facebook Ads

A parte mais importante do seu anúncio no Facebook é a imagem. Você pode escrever o texto mais brilhante do mundo, mas se a sua imagem não chamar a atenção do usuário, ele não vai ganhar nenhum clique.

Não use imagens de baixa qualidade, fotos genéricas de bancos de imagem, nem nehuma imagem sobre a qual você não detenha os direitos. Não roube nada do Google Imagens. A não ser que você seja uma marca famosa, não use sua logo. 

Agora que já sabemos o que não fazer, como os anunciantes vão encontrar imagens para usar? Compre-as, crie-as você mesmo ou use aquelas que têm uma licença Creative Commons.

Aqui embaixo mostramos que tipos de imagem funcionam melhor e onde encontrar cada uma especificamente. 

Pessoas

Imagens de pessoas são as que funcionam melhor. De preferência de rosto. Use close-ups de rostos bonitos que tenham alguma semelhança com seu público-alvo. 

Mais jovem não necessariamente significa melhor. Se seu direcionamento é para aposentados, teste imagens de pessoas acima de 60 anos. Usar uma moça bonita de 25 anos não faria sentido.

Imagens de anúncios na barra lateral do Facebook são pequenas (254 por 133 pixels). Tenha certeza que o foco é no rosto da pessoa e corte se necessário. Não use uma foto borrada ou escura.

Use esse guia de imagens para anúncios do Facebook para conferir os requisitos de tamanho para outros anúncios, como feed de notícias de desktop, feed de notícias mobile, instant articles, stories, etc.

Dica Avançada: Use imagens de pessoas olhando para a direita. Os usuários vão seguir a linha de visão da pessoa e a chance de eles lerem o texto do seu anúncio vai ser melhor. 

Além de modelos, você também pode mostrar as pessoas que trabalham no seu negócio e alguns clientes (com a autorização deles, claro)

Tipografia

Uma tipografia clara e legível também pode atrair cliques. Cores fortes ajudam seu anúncio a se destacar. 

Da mesma maneira que nos textos, use uma pergunta ou expresse um benefício para o usuário.

Engraçado

Imagens doidas ou engraçadas certamente atraem cliques. É só ver o See I Can Has Cheeseburger, 9GAG, ou qualquer meme conhecido.

Infelizmente, mesmo com um texto descritivo, esses anúncios nem sempre convertem bem. Se você usar esse tipo de anúncio, coloque um orçamento baixo e monitore a performance de perto. É muito comum você atrair cliques de curiosidade que não convertem.

Exemplo de anúncios do Facebook

Como Criar Imagens Para Anúncios do Facebook

Você tem três opções para encontrar imagens: comprá-las, encontrar imagens que já sejam licenciadas ou criá-las você mesmo. 

Você pode comprar imagens de bancos em vários sites, entre eles o iStockPhoto ou o Big Stock. Não use imagens de banco que pareçam imagens de banco. Sem empresários genéricos ou fundos totalmente brancos, por favor. 

Os usuários reconhecem fotos de bancos e vão ignorá-las. Procure então fotos originais e uma personalidade a elas cortando, editando e aplicando filtros. Você pode usar o Pixlr, um editor de imagem online, para os dois.

Se você não tiver dinheiro para comprar fotos, você pode procurar imagens com licença Creative Commons.

A terceira opção é criar as imagens você mesmo. Se você for designer gráfico, é fácil. Se não, você ainda pode criar imagens tipográficas ou usar uma edição básica de imagem para criar algo original a partir de imagens já existentes. 

Alterne os Anúncios

Cada campanha deve ter pelo menos três anúncios segmentados para os mesmos interesses. Usar um número pequeno de anúncios vai te possibilitar obter dados sobre cada um deles. Para uma determinada campanha, só um ou dois anúncios vão receber muitas impressões, então nem se dê ao trabalho de veicular vários de uma vez. 

Depois de alguns dias, delete os anúncios com as taxas de clique (CTRs) mais baixas e mantenha os melhores para aumentar continuamente sua CTR.

Tenha como benchmark uma taxa de 0,1%. Você provavelmente vai começar mais próximo de uma média de 0,04%.

Escrevendo Bons Textos Para Anúncios do Facebook

Depois de ver sua imagem, os usuários vão (assim esperamos) ler o texto do seu anúncio. Aqui você pode vender seu produto ou serviço para eles e ganhar o clique. 

Apesar dos limites de 40 caracteres para o título e 125 para o corpo do texto, ainda podemos usar a famosa fórmula AIDA de redação.

  • (A)tenção: Atraia os usuários para o anúncio com um título chamativo.
  • (I)nteresse: Faça o usuário se interessar pelo seu produto com uma descrição do maior benefício de usá-lo. 
  • (D)esejo: Crie um desejo imediato pelo seu produto com um desconto, teste gratuito ou oferta por tempo limitado.
  • (A)ção: Conclua o anúncio com uma chamada à ação.

A AIDA tem muita coisa para caber em 165 caracteres. Escreva cinco ou dez anúncios até você conseguir encaixar um bom pitch de vendas dentro do seu anúncio. 

Veja um exemplo para um curso online de programação:

Torne-se um Desenvolvedor Web

Aprenda tudo que você precisa para se tornar um desenvolvedor web do zero. 

Economize 65%. Matricule-se já

Lances no Facebook Ads

Como em qualquer rede de anúncios, lances estratégicos podem fazer a diferença entre lucro e um teste fracassado. 

Depois que você criar o seu anúncio, o Facebook vai te mostrar uma faixa de lances sugerida. Quando você estiver começando, coloque seu lance mais próximo do valor mais baixo dessa faixa. 

Sua taxa de cliques logo vai começar a ditar o preço que você precisa pagar pelo tráfego. Se a sua taxa de cliques for alta, os lances sugeridos vão diminuir. 

Se a sua taxa de cliques for baixa, você vai precisar dar lances maiores para cada clique. Otimize seus anúncios e direcionamentos para mantê-la sempre crescendo. 

Além do volume de cliques, seus lances também vão ditar qual porção do seu público-alvo você está conseguindo alcançar.

O Facebook oferece uma tabela ótima para todas as campanhas, mostrando o tamanho do seu público-alvo e o quanto dele você atingiu.

Tabela do Facebook de público alvo

Aumentar o valor dos seus lances vai ajudar seus anúncios a atingirem uma porção maior do seu público-alvo. Se o seu anúncio está indo bem, mas seu alcance está sendo menos do que 75% do seu público-alvo, você pode aumentar o lance para obter mais cliques. 

Se a sua penetração no público é alta, aumentar seu orçamento vai aumentar a frequência dos seus anúncios, ou seja, quantas vezes um usuário-alvo vai vê-lo.

Landing Pages para Facebook Ads

Conseguir um clique é só o começo. Você ainda precisa que o visitante converta.

Não deixe de enviar a ele uma landing page de alta conversão segmentada. Você já sabe qual é a idade, gênero e interesses do seu visitante, então agora mostre uma página que resolva os problemas dele. 

A landing page deve conter um formulário de cadastro ou campo para preenchimento do email, que você vai monitorar como conversão. 

Concentre a landing page nessa ação, e não na venda posterior. Se você quer que os visitantes assinem sua newsletter, mostre seus benefícios ou ofereça de enviar um brinde para o email deles..

Como Monitorar a Performance de um Anúncio no Facebook 

O Facebook não oferece mais o monitoramento de conversões. O Gerenciador de Anúncios do Facebook é ótimo para dados dentro do Facebook, mas não oferece informações sobre os usuários que saíram do site. 

Para monitorar de forma adequada o desempenho das suas campanhas do Facebook, você vai precisar usar um programa de métricas como o Google Analytics ou o seu próprio sistema de back-end Coloque tags nos seus links usando o URL builder do Google ou suas próprias tags de monitoramento.

Monitoramento de conversões

Como mencionado acima, sempre separe as campanhas por grupos de interesse para poder ver o desempenho de cada uma delas.

Você pode monitorá-las usando o parâmetro utm_campaign. Use o parâmetro utm_content para diferenciar os anúncios.

O monitoramento a nível de anúncio é útil para testar imagens chamativas e antes de você ter uma taxa de cliques base estabelecida.

Monitoramento de Desempenho

Você também vai precisar monitorar seu desempenho na interface do Facebook. A métrica mais importante para se monitorar é a taxa de cliques. Sua taxa de cliques afeta tanto o número de cliques que você recebe quanto o valor que você vai pagar por clique. 

Anúncios com uma taxa de cliques baixa vão parar de funcionar ou se tornar mais caros. Anúncios com uma taxa de cliques alta vão gerar o máximo de cliques que couber no seu orçamento. Eles também vão custar menos. Fique de olho na taxa de cliques por interesses e anúncios para entender quais públicos funcionam melhor e quais anúncios têm uma repercussão melhor com eles.

Tenha em mente: até o desempenho do melhor anúncio vai diminuir com o tempo. Quanto menor for seu público-alvo, mais rápido isso vai acontecer. Normalmente, você vai ver seu tráfego começar a cair em 3-10 dias.

Quando isso acontecer, atualize os anúncios com novas imagens e texto. Duplique seus anúncios já existentes e depois mude imagem e texto. 

Não edite o anúncio existente. Delete anúncios existentes que não estão recebendo cliques. No dia seguinte, você vai ver os novos anúncios gerando impressões e cliques. 

Monitore o desempenho das imagens ao longo do tempo para ver qual gera a melhor taxa de cliques e mantenha seu tráfego pelo máximo de tempo. Você pode alternar de volta as imagens de alto desempenho depois de algumas semanas, até elas pararem totalmente de receber cliques.

Perguntas Frequentes Sobre Anúncios no Facebook 

Quais são as principais opções dentro do Facebook Ads?

Carrossel de imagens, posts impulsionados, anúncios em vídeos, entre outras. 

Quais são as principais categorias pelas quais você pode fazer a segmentação no Facebook?

Localização, idade, gênero, interesses, conexões, status de relacionamento, idiomas, formação e locais de trabalho.

É possível fazer anúncios de retargeting no Facebook?

Sim, isso permite que você capture usuários que já visitaram seu site mas ainda não converteram.

O que um bom texto de anúncio do Facebook deve conter?

Siga a famosa fórmula de redação AIDA para escrever bons anúncios: escreva um título que chame Atenção, gere Interesse no usuário mencionando os benefícios, crie Desejo pelo seu produto e termine o anúncio com uma chamada à Ação.  

Anúncios do Facebook – Conclusão

Apesar da curva de aprendizado, anunciar no Facebook pode ser um ótimo canal de marketing para os negócios certos. Os pontos mais importantes para se ter em mente são: segmentar para interesses específicos, usar imagens chamativas, dar aos usuários uma conversão de baixa fricção e monitorar tudo. 

Depois de uma ou duas semanas entendendo o que funciona para o seu negócio, você vai conseguir gerar uma fonte estável de conversões a partir do Facebook.

Quais são suas melhores dicas para anunciar no Facebook? Compartilhe nos comentários.

Leave a Reply