Amazon abre processo por falsas avaliações. Como eles afetam a experiência do cliente?


Jam session com Luiz Piovesana, CMO da Cloudshop

Aposto que, como eu, você já levou alguns minutos para ler comentários sobre um determinado produto que estava pensando em comprar. E tenho certeza que você já se frustrou, mesmo com ótimas críticas. Isso pode acontecer porque avaliações falsas.

Geralmente, são equívocos sobre um item feito com o objetivo de enganar os clientes e prejudicar o trabalho da concorrência.

E essas opiniões falsas não só prejudicam a experiência do cliente, como também afetam a credibilidade de muitas empresas.

E foi que nesse cenário A gigante do comércio eletrônico Amazon anunciou sua decisão de abrir uma ação contra mais de 10.000 grupos do Facebookselecione as pessoas que fornecerão avaliações falsas em troca de dinheiro ou produtos.

Mas o que são eles Efeitos de classificações erradas além do fato de que a demanda por um produto diminui ou aumenta? Vamos discutir isso agora.

O caso Amazon: o que essa grande empresa está fazendo a respeito?

Com foco em prejudicar uma empresa e enganar os clientes para fazer uma compra, avaliações falsas não são apenas comuns na Amazon nos EUA, mas também na Grã-Bretanha, França, Itália e Japão.

A gigante do e-commerce diz que todas as informações coletadas são usadas para descobrir quem está por trás desses grupos do Facebook e para evitar que esse tipo de situação aconteça em outras empresas.

A empresa usa tecnologia avançada e monitoramento especializado para evitar que os clientes sejam enganados e bloqueia milhões de avaliações negativas consideradas suspeitas. E entre os produtos que Dispositivos eletrônicos sofrem mais com essas avaliações falsas.

Mas esta não é a primeira vez que a Amazon enfrenta tal situação.

Em 2020, no auge da pandemia, a empresa redobrou seus esforços para combater avaliações falsas Distribuição em redes sociais como Facebook, Instagram e TikTok. De fato, um dos grupos eliminados pela metaequipe tinha mais de 43.000 membros.

Em 2015, em Artigo publicado pelo The Guardiana empresa disse que enfrentou mais de 1.000 pessoas no tribunal que postaram avaliações falsas em troca de dinheiro.

Na ocasião, a Amazon pediu aos envolvidos não apenas que paguem pelo crime, mas também que denunciem os responsáveis ​​por orquestrar essa ação contra a empresa.

É importante lembrar que a Amazon foi uma das primeiras empresas a introduzir classificações de produtos. Desde sua criação em 1994, o principal objetivo da gigante do comércio eletrônico tem sido ajudar os clientes a tomar decisões com base na disponibilidade de informações completas sobre seus itens disponíveis.

Avaliações falsas: impacto no comércio eletrônico

É importante dizer que as avaliações falsas não se referem apenas a pontos negativos, mas também a comentários falsos positivos.

Afinal, quem nunca se deparou com um produto que promete tudo e foi surpreendido em casa por algo completamente diferente?

Ao adquirir um produto, queremos que nossas expectativas sejam atendidas e que tudo esteja conforme anunciado, mas quando não é o caso, temos consumidores que acabam optando por outras formas de adquiri-lo, seja mudando para outras lojas online ou procurando para novas formas de comprar.

Outro ponto referente ao impacto negativo das avaliações falsas no setor de vendas online é o aumento das devoluções ou trocas.

Na maioria dos casos, quando os clientes recebem algo diferente do que encomendaram, contactam-nos para manifestar a sua insatisfação. E quando você solicita um reembolso ou troca, esse processo se torna caro.

Avaliações falsas e as pessoas por trás delas

As avaliações falsas não são feitas apenas por pessoas que procuram dinheiro. Em muitos casos, o esquema é projetado por aqueles que querem prejudicar seus concorrentes.

E também há situações de avaliações falsas positivas pelo próprio vendedor, com o objetivo de aumentar suas vendas. No entanto, estratégias desse tipo não são eficazes se o produto não for de boa qualidade.

Eles podem funcionar no curto prazo, mas quando os clientes estão insatisfeitos com o produto que recebem, o efeito rebote faz com que a marca e a reputação diminuam.

Um cenário promissor contra avaliações falsas

Como vimos, avaliações falsas são perigosas e podem causar grandes danos. Além de diminuir as taxas de conversão, eles servem para atrapalhar a felicidade geral.

E a Amazon não está sozinha, elas já existem outras empresas de comércio eletrônico estão sofrendo os mesmos efeitos e que já estão se mobilizando para eliminar o maior número possível de usuários que fazem parte desses grupos.

Mas, apesar da ação contínua das empresas, ainda há trabalho a ser feito para acabar com as avaliações falsas de uma vez por todas. As empresas afetadas precisam se unir à mídia para falar mais sobre esse assunto e buscar as melhores práticas para manter seus consumidores seguros.

Então se você tem um varejista de comércio eletrônico, tente sempre usar as melhores ferramentas para coletar e postar avaliações que correspondam aos seus produtos, certo? Você não apenas vende mais, mas também garante a melhor experiência do cliente.

Quer ficar por dentro das melhores práticas de marketing? Então se inscreva no The Beat, o boletim interativo da Rock Content. Lá você encontra todas as tendências que importam no cenário do marketing digital. Vejo você lá!

Leave a Reply