20 Exemplos de Landing Pages De Alta Conversão e Excelente Design


exemplos de landing pages

Sai ano, entra ano e as pessoas continuam a me pedir exemplos de landing pages realmente eficientes.

O que é mais que natural, é claro.

Afinal, se compararmos o corpo humano a uma estratégia de conteúdo, as páginas de conversão seriam as veias e artérias.

Ou seja, a conexão entre canais valiosos, responsável por bom funcionamento das ações planejadas.

Não importa qual é o seu objetivo, o usuário sempre passa por decisões cruciais para o seu cumprimento.

É exatamente por isso que são tão importantes.

Elas são as portas que conduzem o cliente à próxima etapa da jornada de compra.

Pensando nisso, decidi criar este texto.

Nele, você verá alguns bons exemplos de landing pages de alta conversão para se inspirar e acelerar o seu processo de vendas.

Se você quer otimizar suas conversões, continue a leitura e garanta que o bom funcionamento do fluxo de clientes.

O que é Landing Page?

ilustração do título landing page e simbolos relacionados

O termo landing page é atribuído a páginas com uma finalidade específica.

Em tradução literal, significa “página de aterrissagem”, já que em meio a uma estratégia de marketing digital é o local no qual você espera que o usuário aterrise.

No entanto, em português utilizamos um termo um pouco mais voltado ao objetivo: página de conversão.

Eu tenho certeza que, ao longo de sua trajetória como internauta, você já se deparou com diversas landing pages.

O exemplo mais clássico e de fácil identificação é uma página de produto em uma loja virtual, por exemplo.

Ali o objetivo é fazer com que o consumidor realize uma ação planejada: clicar no botão de compra.

Como você pode perceber, páginas de conversão são geralmente otimizadas para um única atividade.

O foco do usuário não deve ser dividido com anúncios, outra ações ou elementos de página.

A ação desejada é de fácil reconhecimento.

Normalmente é um botão de destaque, com cor e tamanho diferenciados.

O mesmo acontece em outros objetivos de marketing.

Muitas home pages são também landing pages, frequentemente estimulando a ação de “entre em contato” ou “saiba mais”.

Dentro do funil de vendas, novamente vemos vários casos.

Páginas que têm como funcionalidade um download de um e-book ou pesquisa, por exemplo.

Nesse caso, o objetivo é o recolhimento de leads.

Ou que desejam a cadastro em uma newsletter, a leitura de outro conteúdo, inscrição em evento, download de um app ou uma interação nas redes sociais.

É por isso que são consideradas portas, pois levam o usuário à próxima etapa em estratégias digitais.

Independentemente do objetivo da ação, têm como função o estímulo.

Sendo assim, são essenciais ao marketing online.

Qual a importância do uso de landing pages

Tendo em vista essa variedade de públicos e de personas, usar exemplos de landing page bem-sucedidas é uma boa receita para o sucesso.

“Interessante, mas não corro o risco de ser visto como mais um imitador se fizer isso?”

A não ser que a landing page seja feita com um design ultrapassado ou já desgastado pelo uso, não há nada de errado em usar modelos.

Até gosto de citar um artigo publicado na revista Nature (em inglês), que analisa justamente a propensão das pessoas a seguirem tendências.

Resumidamente, os pesquisadores confirmam a onipresença do chamado Fenômeno da Imitação de Tendências Locais (LTI).

Isso tem muita relação com o comportamento que esperamos das pessoas ao acessar uma landing page.

Se nos basearmos na teoria acima, quanto mais familiar ela parecer, melhor para os objetivos de marketing.

De qualquer forma, toda landing page é fundamental quando estamos lidando com ações de fundo de funil, ou seja, aquelas cujo objetivo é a conversão, seja ela desenvolvida a partir de um modelo ou não.

Elementos de uma landing page de sucesso

De acordo com uma pesquisa da Unbounce, a média de conversões em uma landing page é de 4,02%.

Ainda que seja um percentual aparentemente baixo, se considerarmos a média geral, trata-se de uma taxa bastante razoável.

Colocando isso em números absolutos, de cada 100 que chegam a uma landing page, quatro se tornam clientes.

Se a página atrair 1.000 pessoas, em média 40 delas serão convertidas, e por aí vai.

Isso só acontece, porém, se a landing page respeitar a anatomia de uma autêntica página de conversão.

Nesse aspecto, vejo muitos donos de negócio errarem, ao confundirem a home do site com uma landing page.

Aliás, uma pesquisa da Nifty Marketing (em inglês) revela que isso acontece em 77% das páginas.

Um erro enorme, mas que pode ser evitado quando se conhece a função de cada elemento de uma landing page.

Vamos mergulhar fundo em cada um deles?

Título e subtítulo

Landing pages são páginas como as outras e, portanto, são indexáveis e rastreáveis pelos robôs dos motores de busca.

A mesma pesquisa da Nifty Marketing que citei acima destaca que 48% das páginas de conversão são ranqueadas na pesquisa orgânica.

“Legal, mas o que fazer para que uma landing page apareça com destaque no Google?”

A resposta é: o mesmo que você faria com qualquer um de seus conteúdos, ou seja, utilize palavras-chave.

Claro que, no caso das landing pages, você não vai publicar um artigo super completo, até porque nem combina com o estágio do funil em questão.

O segredo do sucesso, nesse caso, está em usar as keywords certas no título, subtítulo e no texto de apoio da própria página.

Primeiramente, você precisará encontrar essas palavras.

Para isso, use ferramentas como o Keyword Planner, do Google, ou o Ubersuggest, a ferramenta de SEO que eu desenvolvi junto com a minha equipe.

Não se esqueça também de observar para cada uma dessas palavras-chave o volume de pesquisa e a concorrência.

Em certos casos, vale mais apostar em termos com concorrência menor e volume reduzido do que em keywords com alto volume, mas com muita gente disputando.

Imagem

Já é lugar-comum dizer que uma imagem vale mais do que mil palavras.

Sobre o uso de imagens em páginas de conversão, a Chartmogul fez uma pesquisa interessante (em inglês) com empresas do ramo de Software as as Service (SaaS).

Ela descobriu, por exemplo, que 44% das landing pages contém imagens de pessoas.

Inspirado nesse dado, você pode montar suas páginas de conversão ou buscar pelo formato ideal para o seu nicho de mercado.

De qualquer forma, as imagens são fundamentais em uma landing page, pois são elas que transmitem a ideia principal do conteúdo ou oferta.

Veja, por exemplo, a página da Silhouette:

Página Silhouette

Com design simples e cores sóbrias, ela registrou uma incrível taxa de conversão de 96%.

A simplicidade é um fator importante, mas provavelmente essa taxa não seria tão elevada sem o principal: a imagem do produto.

A propósito, as imagens não precisam ser fotos, necessariamente.

Vídeos também são ótimos para ilustrar landing pages, ainda mais quando se trata de produtos que demandam algum conhecimento ou habilidade para serem utilizados.

Descrição da oferta

Falando em vídeos, segundo a Hallam (em inglês), metade das pessoas que compram na internet procuram assistir vídeos sobre os produtos que estão buscando antes de comprá-los.

Essa é uma ferramenta das mais úteis para descrever a oferta em uma landing page, expondo detalhes que, textualmente, não poderiam ser explicados tão bem.

Por outro lado, o texto ainda é o fator mais importante para o ranqueamento.

No caso das landing pages, a oferta deve ser descrita com precisão e concisão, da forma mais objetiva possível.

Isso sem esquecer de usar nos textos descritivos as palavras-chave adequadas

Melhor do que eu falar sobre isso, vamos a um exemplo de uma descrição de oferta para uma landing page cuja palavra-chave é “software de gestão para academias”.

Título: Está em busca de um software de gestão para academias, mas não sabe onde encontrar?

Neste ebook, você vai entender o que está em jogo ao escolher um software de gestão para academias e que tipo de requisitos ele precisa ter.

Saiba de uma vez o que faz um software de gestão para academias

Desmistificamos aquela ideia de que software de gestão é tudo igual, ao explicar o que torna um software adequado para uma academia.

Aprenda a calcular a relação custo-benefício

Entenda os critérios que você deve considerar, sem deixar de lado a relação custo-benefício ao contratar um software de gestão para academias como um SaaS. 

Tenha resultados acima da média!

Baixe o ebook e tenha acesso a informações com base nas pesquisas feitas pela nossa equipe de especialistas!

Formulário

Poderíamos mostrar mil exemplos de landing page e, em todas elas, um elemento não iria faltar nunca: o formulário.

Afinal, é nele que a mágica, aliás, a conversão, acontece para valer.

Não pode ser qualquer formulário.

As pessoas precisam se sentir atraídas para inserir nele os dados necessários para obter a solução que precisam.

Novamente, invoco as pesquisas para destacar a importância do visual, até mesmo para os aparentemente inexpressivos formulários.

Uma delas, da Marketing Experiments (em inglês), diz que 46% dos profissionais de marketing consideram significativo o impacto do layout dos formulários em landing pages.

Um ótimo exemplo disso é o formulário da landing page Etalent/Thiago Concer, cuja taxa de conversão foi de espetaculares 80,3%.

landing page Etalent/Thiago Concer

Repare que os únicos dados solicitados são o email e número do WhatsApp do lead.

Isso nos deixa uma outra lição: além do design, quanto mais enxuto o formulário, mais chances ele terá de gerar conversões.

Botão de CTA

Você sabe o que é um Call To Action?

Mais conhecido como CTA, é todo texto que, de alguma forma, convoca o leitor a partir para uma ação.

No caso das landing pages, normalmente esse comando é inserido na forma de um botão, que pode ser usado para baixar um conteúdo, por exemplo.

Segundo a Hubspot (em inglês), CTAs personalizados podem gerar taxas de conversão até 202% maiores.

Mas veja: isso não quer dizer que seus CTAs devem ser individualizados, com o nome de cada um que acessar sua landing page, até porque isso seria inviável.

No caso, a personalização tem mais a ver com o texto do CTA, que deve ser o mais direto e detalhado possível.

Um exemplo prático disso seria uma campanha de um cosmético para rejuvenescimento da pele de pessoas acima dos 60 anos.

Em vez de um CTA com as palavras “Compre agora”, seria muito mais efetivo usar algo como “Rejuvenesça sua pele depois dos 60!”

Percebe a diferença?

Prova social

Adoro quando vou comprar algo e vejo uma prova social.

Ela me dá a segurança que preciso para adquirir um produto ou serviço, já que traz a evidência mais inquestionável que existe, a experiência do consumidor.

O Booking usa com maestria esse recurso, ao inserir depoimentos das pessoas que passaram pelos quartos dos hotéis, hostels e alojamentos anunciados.

Sabendo disso, usa a mesma estratégia em suas landing pages, com resultados expressivos. 

Em uma ação de marketing com donos de pousadas, por exemplo, registrou um aumento de 25% no número de adesões, depois de fazer testes A/B incluindo provas sociais.

Por que usar modelos de landing pages?

ilustração sobre o uso de modelos de landing pages

Criar landing pages realmente eficientes não é fácil.

Existem muitas empresas gastando milhões em pesquisas apenas para criar uma página de conversão perfeita, que agrade a maior parte dos usuários.

É, portanto, algo que exige uma série de testes, criatividade e investimento em profissionais e ferramentas.

Acredite, nada substitui esses componentes, e você não deve negligenciá-los.

No entanto, ao usar modelos de páginas que já alcançaram o sucesso, você está traçando atalhos.

Em outras palavras, há economia de tempo e dinheiro.

Não há problema algum em espionar páginas bem-sucedidas para seguir um parâmetro.

A partir dos modelos, você pode realizar suas próprias avaliação por meio de testes e fazer alterações, se necessário.

Afinal, públicos diferentes reagem de maneiras diversas.

Os segredos das Landing Pages que convertem muito

segredos de alta conversão em landing pages

“Mas, afinal, quais são os segredos de uma landing page persuasiva?”

Essa é uma pergunta que escuto com muita frequência.

No entanto, antes de mais nada, é preciso dizer que não existe um modelo único no qual todos devemos nos basear.

Mas alguns recursos são realmente duradouros.

A seguir, saiba quais são alguns dos principais utilizados por empresas de renome e avaliadas ao longo do tempo.

Testes regulares

A internet se modifica a todo instante.

Assim como os consumidores.

É por isso que devemos nos manter atentos quanto à performance de landing pages.

O que funcionava até ontem, pode não funcionar hoje e certamente precisará de ajustes amanhã.

Para garantir sua efetividade, ative o seu setor de inteligência e realize testes A/B regulares.

Versatilidade e mobilidade

Páginas de conversão apresentam desempenho diferente dependendo do dispositivo.

Portanto, diferentes telas merecem atenção especial.

A sua página desenvolvida para desktops pode não ter a mesma eficiência daquela criada para dispositivos móveis.

De modo similar, uma página de download não apresenta o mesmo formato que uma página inicial, por exemplo.

É preciso adaptação.

Avalie as páginas de maneira independente para conseguir resultados ainda melhores.

E tenha mente que a experiência do usuário é sempre prioridade.

Fatores como navegabilidade, escaneabilidade e design são muito importantes.

Navegação limitada

Quando você cria uma landing page, deseja que o usuário realize uma ação específica.

É por isso que devem ser livres de distrações.

Utilize somente elementos essenciais naquela página.

Você teve muito trabalho para levar o usuário até ela.

Agora, ele está a apenas um clique de dar um passo à frente na jornada.

Então facilite o seu caminho.

Em um shopping, os clientes podem facilmente ser atraídos por outras lojas.

Mas na sua página de conversão ele está totalmente envolto no que ela propõe.

Textos curtos e diretos

Os componentes em excesso atrapalham o processo de decisão do internauta.

Por outro lado, textos muito longos podem fazer com que o processo seja muito longo e, assim, desestimulá-lo a cumprir o objetivo final.

Por isso, são aplicadas técnicas de copywriting também em landing pages.

Entregue a sua mensagem de maneira breve, sucinta.

Insira somente informações primordiais para evitar que o leitor fique entediado.

Lembre-se: a função de uma página de aterrissagem é a conversão.

Tente convencer o usuário em poucas palavras, pois ele já passou por outros processos antes de chegar até esse momento.

Ele provavelmente já está convencido que precisa realizá-la, então apenas reafirme o essencial.

Entrega de valor

Ao acessar uma landing page, o usuário fornece um bem para receber algo em troca.

Esse bem pode ser uma informação, no caso de páginas de captura de leads; dinheiro, em páginas de vendas ou simplesmente tempo, nas páginas de interação.

O que você oferece em troca deve ser algo valioso.

Um conteúdo precioso.

Um produto de qualidade.

Uma relação duradoura.

Lembre-se de frisar os benefícios gerados ao realizar a ação.

Nem é preciso dizer que ele deve ser adequado à persona do negócio, otimizando ainda mais os resultados.

Pensada no usuário

Os melhores exemplos de landing page são aquelas focadas nas necessidades do usuário.

Isso significa oferecer uma solução que de fato responda às suas dúvidas e apresente possibilidades reais para finalmente conseguir aquilo que deseja.

Se estou oferecendo um ebook sobre marketing de conteúdo, então tenho que entregar um material que apresente estratégias e mostre como usar as ferramentas e suas técnicas.

Não por acaso, a maioria das empresas bem-sucedidas trabalham com um setor dedicado ao sucesso do cliente.

Estas companhias sabem que, se o cliente não for bem-sucedido com as suas soluções, fatalmente elas estarão condenadas ao fracasso.

3 Tipos de Landing Pages

3 exemplos de tipos de landing page

Existem diversos tipos de landing pages.

Você precisa ter em mente que páginas de conversão têm uma função específica dentro de uma campanha de marketing, então não há fatores limitantes.

Entretanto, há alguns casos mais comuns.

Vamos conhecê-los na sequência.

Landing pages de cadastro

As landing pages de cadastro têm como funcionalidade a inscrição do usuário em um determinado sistema.

Por isso, são variáveis.

Existem páginas de cadastro em newsletter, que estabelecem um meio de contato permanente entre empresa e lead.

Há também aquelas voltadas à inscrição em um evento, que pode ser offline, como palestras; ou online, como webinars e testes grátis.

Algumas páginas oferecem ainda mais valor ao consumidor, como no caso daquelas que têm seu próprio setor de comunidade.

Landing pages de e-books

Uma landing page de e-book tem como objetivo o recolhimento de informações do usuário.

Geralmente são voltadas ao compartilhamento de conteúdo relevante, como um e-book, um infográfico ou o acesso a um webinar, por exemplo.

Esse tipo de página traz um questionário que deve ser completado pelo usuário.

Em estratégias de inbound marketing, esses dados podem ser cumulativos.

Na primeira vez que é fornecido um conteúdo, é solicitado o nome, o email e o nome da empresa.

Na oferta seguinte, o número de funcionários, o cargo do usuário e o grau de escolaridade.

No terceiro, a renda mensal da empresa, as principais necessidades e dificuldades do negócio.

Esse é apenas um exemplo, é claro.

De acordo com as necessidades da empresa, os dados solicitados são diferentes.

Aliado a um sistema de CRM, tais informações podem ser a diferença entre a venda e a desistência quando chegar a hora de fazer uma oferta.

Landing pages para mais informações

Landing pages são recursos versáteis.

Por isso, são utilizadas para os mais diversificados objetivos de marketing.

Inclusive para informações específicas.

Por exemplo, home pages cuja finalidade é apresentar o produto de maneira breve e levar o consumidor a uma página de informações mais completa em um próximo instante.

A meta pode ser um conhecimento mais aprofundado sobre o que se vende, sobre a própria empresa, as pessoas que dela fazem parte, imagens e tutoriais ou até mesmo informações de contato.

3 exemplos de landing pages criativas

airbnb como exemplo de panding page

Existe um meme que diz que “na internet nada se cria, tudo se copia”.

Na prática, sabemos que não é bem assim.

Entretanto, é óbvio que há muito a aprender com quem já errou e aprendeu.

No ramo da educação, chamamos isso de conhecimento empírico.

Nos negócios, no entanto, dá-se o nome de benchmark.

Trata-se da análise precisa de elementos de sucesso que funcionaram em outras empresas e, portanto, podem trazer bons resultados para o seu negócio.

Assim sendo, conheça alguns exemplos de landing pages criativas e de altas taxas de conversão para você se inspirar.

Airbnb

O Airbnb é um app que permite que qualquer um se torne um anfitrião e alugue um local para outros usuários.

Em sua página inicial, a empresa foca diretamente nos ganhos, informando o ganho médio de quem se arrisca em seus serviços.

Para calcular com maior precisão, o candidato deve somente preencher um cadastro simples e a mágica acontece.

Simples e intuitivo.

airbnb como exemplo de criatividade em landing pages

Unbounce

Já o Unbounce é um programa voltado à criação e monitoramento de landing pages.

Em sua principal página de conversão, aposta na criatividade e no apelo visual para estimular o fechamento do negócio.

Repare que a chamada para a ação convida o usuário a realizar um teste gratuito, certamente baseando-se em dados coletados para a escolha.

Unbounce como exemplo de landing page criativa

SEMRush

Software de integração de marketing digital, o SEMRush apresenta uma proposta simples e gera valor ao usuário a partir do primeiro clique.

Logo de cara, o usuário encontra uma barra de digitação na qual pode inserir o domínio, uma palavra-chave ou URL específica para obter uma inspeção gratuita e uma demonstração das funcionalidades da plataforma.

Como sabemos, a primeira impressão é a que fica.

Ao fornecer utilidade no primeiro contato, a ferramenta mostra o seu valor de maneira única.

página inical do site do SEMRush como exemplo de landing page criativa

3 exemplos de Landing Pages de alta conversão

landing page da empresa Uber em diversos dispositivos

Agora, trago exemplos de landing pages voltadas à conversão.

Como esse é um objetivo comum em estratégias de marketing, vale ficar ligado e se inspirar.

Uber

A landing page do aplicativo de transportes Uber é um dos mais famigerados no universo do marketing digital.

Aqui temos um exemplo clássico de que menos é mais.

O principal objetivo da empresa é recrutar motoristas, pois essa é a sua principal matéria-prima para aumentar os ganhos.

Por isso, utiliza-se de frases curtas e diretas na própria home page, com um botão contendo o call to action.

página do site da Uber como exemplo de landing page de alta conversão

Hubspot

Um dos mais famosos softwares de integração de marketing, o Hubspot é tido como líder também na criação de conteúdo relevante.

Neste exemplo, em uma página limpa, oferece um e-book gratuito como forma de recolher leads e posteriormente qualificá-los.

Veja como os espaços em branco são brilhantemente explorados e há apenas um botão clicável no qual está inserido o CTA.

Sem distrações.

hubspot como exemplo de landing page de alta conversão

Nubank

A fintech nacional Nubank nos traz um design simples, mas sem perder a identidade da marca em sua página de entrada.

Ela apresenta os principais benefícios da utilização do serviço sem mais delongas: rendimento acima poupança e cartão sem anuidade.

A organização é notoriamente conhecida como um expoente da experiência do usuário, certamente, um dos principais motivos pelo alto índice de desenvolvimento.

página inicial do site da empresa NuBanck como exemplo de landing page de alta covnersão

Conclusão

Chegamos ao fim de mais um texto e eu espero que as informações aqui contidas rendam bons frutos para a sua estratégia.

Hoje, você viu o que é uma landing page e porque elas são tão importantes no meio digital.

Além disso, descobriu quais são os principais segredos utilizados por grandes empresas com páginas de aterrissagem memoráveis.

Mais à frente, conheceu os principais tipos para aplicação.

Por fim, observou alguns exemplos de landing pages criativas e com alto potencial de conversão.

Você também tem bons exemplos de landing pages para compartilhar? Divida com a gente no comentários!

Leave a Reply