22

Notícias_11.12

Dragão do Mar: autonomia cultural cearense

Por Blog Acesso

 

Francisco José do Nascimento, o Dragão do Mar, foi o líder do grupo de jangadeiros que, em janeiro de 1881, ao se recusar a fazer o transporte de escravos no porto de Fortaleza – muito raso para que os navios atracassem e, por isso, dependente das jangadas para o desembarque –, paralisou por três dias o mercado escravista da capital cearense. A jangada do Dragão do Mar, chamada Liberdade, foi, mais tarde, levada à capital do Império como símbolo da luta contra a escravidão no Brasil. Em homenagem à ousadia do herói popular, o maior centro cultural do Ceará, o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura  CDMAC, leva, hoje, seu nome.

Também ousados são os planos do Instituto de Arte e Cultura do Ceará – IACC, primeira Organização Social criada no Brasil na área da Cultura, para o ano de 2013.  O instituto, que, além do CDMAC, é gestor do Centro Cultural Bom Jardim e da Escola de Artes e Ofícios Thomaz Pompeu Sobrinho, desenvolveu um plano de ação cujo objetivo é resgatar a autonomia da comunidade artística cearense. “Do domínio local para o global e vice versa, não se limitando ao discurso regionalista, mas o utilizando para fazer vanguarda. É a busca pela integralização do eixo cultural do estado, resgatando e revitalizando a região da Praia de Iracema e a transformando no polo central da cultura cearense”, informa o documento cedido ao Acesso pela assessoria de imprensa do IACC.

“O IACC tem, nesse momento, o papel importante de repensar esse modelo. Estamos formulando novas políticas e repensando de que maneira nós vamos fomentar ações educativas para além das que já existem. Hoje, nós temos um papel importante nas escolas públicas de Fortaleza, com o maior programa de visitas e de acompanhamento de exposições e manifestações artísticas; temos ainda a Escola de Artes e Ofícios Thomaz Pompeu Sobrinho, que desempenha o papel educativo especificamente na área de restauro e conservação, mas precisamos ter uma ação mais planejada do conjunto do equipamento. Esse é o plano de ação, como formar uma geração de professores e mediadores culturais preocupados com o que está exposto aqui, com o que está sendo criado aqui”, declarou Paulo Linhares, presidente do IACC.

Formação, criação e difusão

Linhares convocou, em outubro, uma conferência pública no CDMAC para apresentar à sociedade os planos para o próximo ano, que dividem a atuação do IACC em três eixos principais: formação, criação e difusão.

A partir do Porto Iracema, espaço idealizado para promover a qualificação profissional de jovens e adultos, o eixo de formação iniciará cursos básicos e técnicos de curta duração voltados, em especial, para as classes C, D e E. No curso básico, o objetivo é capacitar e inserir o aluno no cenário da produção cultural cearense. No caso dos cursos técnicos, estão previstos programas de Desenvolvimento de jogos eletrônicos e de Animação, temas escolhidos pelo potencial de empregabilidade e pela demanda por profissionais qualificados nessas áreas. A expectativa é de que os cursos sejam implantados em 2013 e são previstas 10 mil matrículas, durante os próximos dois anos, nos cursos básicos, além da criação de 30 vagas para cada um dos cursos técnicos durante o mesmo período.

O núcleo de criação, por sua vez, pretende tornar-se um centro de excelência para o acompanhamento e a execução de projetos culturais. O objetivo é requalificar a produção cultural local e transformá-la em produto de alta performance, ultrapassando os limites regionais e ganhando os mercados nacional e internacional. O projeto prevê beneficiar profissionais da cultura a partir de dez laboratórios de criação: Estação de Música; Estação de Teatro; Estação de Design, Moda e Artesanato; Estação de Transmídias; Estação de Artes Visuais; Estação de Dança; Estação do Humor; Estação da Gastronomia; Estação da Fotografia; e Estação da Escrita. Cada laboratório contará com uma equipe multidisciplinar formada por profissionais da área específica, que prestará assessoria técnica para a produção de obras culturais de excelência.

O IACC dará início ao plano, em 2013, com cinco estações de arte. Na Estação da Música, por meio de audição pública, serão selecionados projetos que poderão contar com orientação para a organização de espetáculos e de um plano de negócios visando a competitividade, a continuidade e a inserção no mercado fonográfico brasileiro. Já a Estação Transmídia buscará atender projetos que tenham como base os novos modelos de narrativa audiovisual que surgem a partir da multiplicação de novos suportes e tecnologias. Além de Música e Transmídia, o IACC prevê, também para o próximo ano, a instalação dos laboratórios de Teatro, de Gastronomia e de Humor.

Com a atuação no eixo de divulgação, pretende-se que o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e seu entorno tornem-se espaços privilegiados de experimentação e difusão artística e cultural. Além de ampliar a visibilidade das manifestações locais, o objetivo é contemplar as grandes discussões e manifestações que se dão no campo da cultura e da arte nos cenários nacional e internacional. A proposta tem dois eixos principais: os Ciclos do Dragão e o projeto Se Mostra Ceará. O primeiro, já iniciado, tem como objetivo pautar os debates sobre cultura e arte na capital alencariana e estimular a produção intelectual do estado. A cada três meses serão propostos novos temas, que servirão como base para a maior parte da programação do CDMAC. O primeiro deles, “Nós que amávamos tanto a revolução”, discute os impactos e o sentido das transformações políticas e comportamentais das décadas de 60, 70 e 80 no Brasil. Já o projeto Se Mostra Ceará, programado para os meses de janeiro e julho de 2014, fará um recorte da produção artística e cultural cearense tendo em vista uma maior participação no mercado de bens simbólicos e buscando superar a concentração da produção cultural nacional no eixo Rio-São Paulo.

Editais Culturais 2013 em consulta pública

Também parte dos novos projetos do IACC, os Editais Culturais 2013 estarão disponíveis para consulta pública até o dia 9 de dezembro de 2012. Os editais contemplam, entre outras, as áreas de circo, dança, literatura, música, teatro e formação. Até a data final da consulta, sugestões e críticas podem ser enviadas para o email editaisculturais@dragaodomar.org.br.

Bernardo Vianna / blog Acesso

 

 
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...
Comentário > 0 Compartilhe
 

Deixe uma resposta